ban
Pesquisa no Guia Pet




guias_web
Guia da Embalagem
Guia Construir e ReformarGuia da CulinariaGuia do Turismo e Lazer





submarino


voltar

Hidronefrose
Hidronefrose refere-se à dilatação da pelve renal devido à obstrução do fluxo eferente da urina e é associada a aumento da pressão na pelve, dilatação da pelve e atrofia progressiva do parênquima renal. A hidronefrose ocorre em todos os animais domésticos.

Obstrução levando à hidronefrose pode ser ocasionalmente o resultado de malformações congênitas do ureter, da junção vesicoureteral ou da uretra, mas as causas mais comuns de hidronefrose são obstrução uretral por cálculos do trato urinário, inflamação crônica ou neoplasias do ureter ou da bexiga. O malposicionamento congênito dos rins pode resultar num enrolamento e obstrução do ureter.

A hidronefrose pode ser unilateral ou bilateral. Quando a hidronefrose é unilateral, a dilatação cística dos rins pode tornar-se extensa antes que a lesão seja reconhecida. Quando a lesão obstrutiva é bilateral e completa, a morte por uremia ocorre antes que a dilatação cística se torne marcada. No entanto, se o processo obstrutivo causa bloqueio parcial ou intermitente, a hidronefrose bilateral pode tornar-se acentuada.

A pressão intratubular aumentada após obstrução uretral resulta em dilatação dos túbulos renais. Os glomérulos permanecem funcionais, mas grande parte do filtrado glomerular se difunde para o interstício, onde é, inicialmente, removido por meio dos vasos linfáticos e veias. À medida que a pressão intrapélvica aumenta, os vasos intersticiais colapsam, e o fluxo sanguíneo renal é reduzido. Isso é acompanhado por isquemia, atrofia e necrose dos túbulos e fibrose intersticial. Os glomérulos mantêm um aspecto morfológico relativamente normal por bastante tempo, mas acabam tornando-se atróficos e escleróticos.

Em lesões iniciais de hidronefrose, a pelve e os cálices estão dilatados e as criptas/papilas renais estão rombas. Com a dilatação pélvica progressiva, a silhueta dos rins aumenta e torna-se mais redonda que o normal, com adelgaçamento progressivo do córtex e medula. Obstrução vascular intersticial pode ocorrer, resultando em isquemia cortical, possivelmente infarto e necrose. Nessa forma mais avançada, o rim hidronefrótico é uma bolsa de paredes finas (2 a 3 mm de espessura), cheia de líquido. Esse aspecto é causado pela dilatação e degeneração da pelve, atrofia acentuada e fibrose do parênquima renal. Essa bolsa é revestida por epitélio de transição, que é poupado durante o desenvolvimento da lesão.

Às vezes, um rim acentuadamente hidronefrótico torna-se contaminada por bactérias, de tal forma que a bolsa de paredes finas se torna preenchida por pus ao invés de urina. Essa lesão é referida como pionefrose e, provavelmente, resulta de pielonefrite descendente.



Fonte: Patologia Veterinária Especial de Thomson














 
 
Guia Pet & Cia 2008-2017 ©, uma empresa do Grupo Guias Web - Todos os direitos reservados
Normas de uso - Política de privacidade

CSS válido! Valid XHTML 1.0 Transitional