ban
Pesquisa no Guia Pet




guias_web
Guia da Embalagem
Guia Construir e ReformarGuia da CulinariaGuia do Turismo e Lazer





submarino


voltar
<<< Anterior Próxima >>>


ESCOLHA O TAMANHO DA FONTE - A - A

28/05/2012
Especialista alerta para importância da vacinação antirrábica de animais domésticos

Causada por um vírus, doença é transmissível tanto para animais como para o homem. Vacinação pode ser feita gratuitamente pelos centros de Zoonoses ou em clínicas particulares


Os animais, assim como os humanos, tem a necessidade de tomar vacinas para prevenir o surgimento de algumas doenças.

A raiva é uma doença causada por um vírus, atingindo animais e humanos. A transmissão da doença acontece pelo contato com mordidas, arranhões ou saliva de cães, gatos, morcegos ou outros mamíferos infectados.

A vacinação antirrábica, popularmente conhecida como raiva, é realizada uma vez ao ano em cães e gatos acima de quatro meses de idade. “A vacinação contra a raiva é muito importante ser realizada, ela pode gerar pequenas reações no local da aplicação e o animal pode ficar um pouco apático no dia seguinte. Claro que como toda vacina, podemos ter reações individuais mais sérias, mas essas são muito raras.”, diz a veterinária Dra. Valéria Correa, responsável técnica e diretora técnica do Grupo Pet Center Marginal.

O último caso de raiva humana foi registrado na cidade de São Paulo em 1991. No estado a última ocorrência foi em 2001. “No interior o risco de aparecimento da doença é maior, pois há uma grande concentração de morcegos, principal transmissor da doença”, explica Dra. Valéria.

A vacinação pode ser realizada gratuitamente nas cidades, de acordo com o calendário de cada Centro de Zoonose, e também em clínicas particulares. “As prefeituras e centros de zoonoses fazem as campanhas pontuais de vacinação antirrábica, mas os animais podem ser vacinados em qualquer época do ano em hospitais veterinários particulares”, destaca Dra. Valéria, que lembra a importância de guardar o comprovante de vacinação do animal.


No ano de 2010 a campanha de vacinação gratuita foi suspensa em todo o país depois de 637 casos de reações adversas, sendo 41,6% dos casos graves que levaram o animal a óbito, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Em 2011 a remessa de vacinas disponibilizada pelo Ministério da Saúde foi menor e priorizou os Estados que apresentaram circulação do vírus antirrábico canino, como Maranhão, Ceará Pernambuco, Pará, Piauí, Rio Grande do Norte e Paraíba.

Em São Paulo a vacinação volta após dois anos de suspensão com a meta de imunizar 1 milhão de cães e gatos. Na cidade a campanha começou no dia 21 de maio e vai até o dia 03 de junho.

Sintomas da raiva em cães e gatos
  • O animal não consegue beber água e nem se alimentar
  • Salivação em excesso
  • Mudança de comportamento, agressividade.


  • Transmissão para humanos
  • A transmissão da raiva para seres humanos pode ocorrer por meio da mordida ou contato da saliva do cão ou gato, morcegos com a pele ferida da pessoa
  • Arranhão de cães ou gatos contaminados pela raiva também pode transmitir a doença para humanos.








  • Saiba mais sobre a Pet Center Marginal
    Fonte: Target Comunicação



    COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA







     
     
    Guia Pet & Cia 2008-2017 ©, uma empresa do Grupo Guias Web - Todos os direitos reservados
    Normas de uso - Política de privacidade

    CSS vlido! Valid XHTML 1.0 Transitional