ban
Pesquisa no Guia Pet




guias_web
Guia da Embalagem
Guia Construir e ReformarGuia da CulinariaGuia do Turismo e Lazer





submarino


voltar
<<< Anterior Próxima >>>


ESCOLHA O TAMANHO DA FONTE - A - A

15/12/2016
Seu pet tem medo de fogos de artifício?

Confira como medicamentos veterinários manipulados e pequenas adaptações podem ajudar durante as festas

Seu pet tem medo de fogos de artifício?



O final de ano é marcado por confraternizações e, consequentemente, o aumento do barulho. Além das caixas de som, os fogos de artifício utilizados no Ano Novo preocupam os donos de animais de estimação. A sensibilidade da audição dos cães e gatos faz com que eles escutem até quatro vezes mais do que o homem e, consequentemente, se assustem com facilidade durante as comemorações.

Para ajudar a tratar as condições de estresse e ansiedade dos animais no período, os tutores podem fazer uso da Valeriana, um fitoterápico com propriedades calmantes, que pode ser manipulado em formato de biscoito, xarope, gel ou sachê.

Traumas emocionais, quedas, ataques e paradas cardiorrespiratórias são alguns dos problemas que podem afetar os animais durante uma queima de fogos. Segundo a veterinária da DrogaVET, Farah Ramalho de Andrade, a Valeriana pode aliviar a irritação e as mudanças rápidas de humor. “Além do uso para inquietação decorrente dos fogos, o medicamento pode ser utilizado em viagens, internações e até mesmo na chegada de um novo membro da família, que muda o temperamentos dos pets. O ideal é que ele comece a ser utilizado com pelo menos uma semana de antecedência”, argumenta.

De acordo com a veterinária, a principal vantagem da manipulação da Valeriana é que a formulação oferece a dose certa que o pet precisa. A DrogaVET, maior rede de farmácias de manipulação veterinária do Brasil, possui várias opções, que vão desde as tradicionais cápsulas até os biscoitos medicamentosos. “A Valeriana é vendida somente com receita, podendo ser formulada em qualquer uma das apresentações e no sabor de preferência do bichinho de estimação”, explica Farah.

Além disso, o tutor pode usar outras soluções para diminuir o barulho e, consequentemente, o estresse do pet. Um deles é revestir com espuma a casinha, caso o animal possua. Fechar as janelas e portas do ambiente no qual está o bichinho também pode ajudar, assim como ligar a televisão com vídeos que tenham sons mais agradáveis que os estampidos dos fogos.

http://www.drogavet.com



Fonte: Central Press



COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA







 
 
Guia Pet & Cia 2008-2019 ©, uma empresa do Grupo Guias Web - Todos os direitos reservados
Normas de uso - Política de privacidade

CSS vlido! Valid XHTML 1.0 Transitional