ban
Pesquisa no Guia Pet




guias_web
Guia da Embalagem
Guia Construir e ReformarGuia da CulinariaGuia do Turismo e Lazer





submarino


voltar
<<< Anterior Próxima >>>


ESCOLHA O TAMANHO DA FONTE - A - A

09/06/2017
SeaWorld atinge marca histórica de 30 mil animais resgatados

Companhia destaca a importância da consciência sobre a poluição no Dia Mundial dos Oceanos celebrado ontem (8 de junho)

SeaWorld atinge marca histórica de 30 mil animais resgatados



ORLANDO, FL. (junho de 2017) – Há mais de 50 anos, o SeaWorld desempenha um papel fundamental no resgate e reabilitação de animais selvagens que foram encontrados órfãos ou feridos nos Estados Unidos. Agora, o SeaWorld comemora um fato histórico: acaba de atingir o número de 30 mil animais resgatados.

O Dia Mundial dos Oceanos lembra-nos dos diversos desafios que impactam os habitats marinhos e os problemas críticos – em particular os detritos plásticos - que os animais enfrentam. Muitos dos animais que o SeaWorld resgata foram afetados direta ou indiretamente pela atividade humana. Os nossos oceanos estão cheios de lixo – aproximadamente 5 trilhões de itens que não deveriam ser descartados na água.

O objetivo do Dia Mundial dos Oceanos de 2017 é encontrar soluções para a poluição causada pelo plástico e prevenir a presença de lixo na água. Os detritos plásticos são uma das formas mais mortais de poluição para milhares de animais, como tartarugas marinhas, golfinhos, leões marinhos, baleias e peixes-bois, que ficam presos no lixo, são feridos ou mortos por pedaços plásticos descartados, anzóis e linha de pesca todos os anos. A equipe de resgate do SeaWorld vê de perto o perigo que o lixo causa a animais selvagens ao atender chamados diários para ajudar indivíduos machucados, doentes, órfãos ou encalhados.

“As nossas equipes já testemunharam em primeira mão o efeito devastador da poluição causada pelo plástico no ambiente marinho com os milhares de animais que resgatamos,” disse Joel Mandy, CEO do SeaWorld Parks & Entertainment. “Estamos comprometidos em educar os milhares de visitantes que recebemos sobre esses problemas e reduzir o desperdício de plástico em nossos parques ao eliminar as sacolas plásticas em nossas lojas de presentes.”

A poluição nos oceanos é um problema que pode ser prevenido e o SeaWorld trabalha para reduzir a influência humana nos habitats selvagens por meio da educação. Educar os visitantes do parque a fazer pequenas escolhas, como descartar equipamentos de pesca em locais apropriados, pode ter um grande impacto em nosso ambiente e é um passo importante na mudança de comportamento que coloca humanos e animais em risco.

Cuidar de animais em perigo sempre foi compromisso prioritário para o SeaWorld. Todos os anos a companhia dedica sua equipe de especialistas em cuidados animais e veterinários para essa missão.

Trabalhando a quatro mãos com as agências locais, estaduais e federais, e outros parceiros de resgate e reabilitação, o SeaWorld atua incansavelmente para ajudar mamíferos marinhos, como peixes-bois, golfinhos, lontras, leões marinhos; tartarugas marinhas; e aves. A equipe de cuidados animais do Busch Gardens também resgata e reabilita uma grande variedade de animais selvagens, como gambás, beija-flores, corujas e outras aves. Todos os animais feridos recebem atenção e os procedimentos que necessitam com o objetivo de voltar à natureza o mais rápido possível. Caso não possam ser devolvidos, esses animais receberão cuidados permanentes no SeaWorld, Busch Gardens ou outra instalação zoológica qualificada ou credenciada.

Saiba mais sobre os esforços de resgate do SeaWorld e as intervenções inovadoras da equipe de cuidados de animais do SeaWorld em http://www.SeaWorldCares.com.
SeaWorld Parks & Entertainment - http://www.seaworldentertainment.com



Fonte: Imaginadora Relações Públicas



COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA







 
 
Guia Pet & Cia 2008-2017 ©, uma empresa do Grupo Guias Web - Todos os direitos reservados
Normas de uso - Política de privacidade

CSS vlido! Valid XHTML 1.0 Transitional