ban
Pesquisa no Guia Pet




guias_web
Guia da Embalagem
Guia Construir e ReformarGuia da CulinariaGuia do Turismo e Lazer





submarino


voltar

Tipos e Raças/Cães/Dogue Canário


Dogue Canário
COMENTE
GALERIA DE FOTOS
Há 6 fotos de Dogue Canário - Escolha a categoria abaixo
Fotos de Perto - 2 fotos

Você é criador desta raça ? Você pode mandar fotos pelo email contato3@guiapetecia.com.br.

Observação: Não aceitamos fotos com a logomarca do canil, ou com textos inscritos nelas. A intenção do Guia é oferecer conteúdo de qualidade aos seus usuários. Os créditos ao canil ficam em destaque no cabeçalho da página (Veja um exemplo, clicando aqui)
VIDEOS
Ainda não há videos desta raça


Você é criador desta raça ? Você pode mandar seus videos pelo email contato3@guiapetecia.com.br.
Você poderá enviar o video em um arquivo anexo ao email, ou nos indicar o link da página em que o video esteja hospedado (Youtube, Yahoo Videos, etc).

Não serão permitidos slides em formatos de videos.


DADOS

Nome da Raça Dogue Canário
País onde a raça é recorrente : Espanha
 
Descrição da Raça
O dogue canário ou dogo canário, conhecido também como perro de presa canário ou presa canário, é um cão molossóide originário das Ilhas Canárias, principalmente das ilhas Tenerife, Gran Canaria e Fuerteventura (Espanha).

Nestas ilhas existia o perro de ganado majoreiro (cão de gado majorero) também chamado de perro de la tierra ou simplesmente majoreiro, valente guardião e boiadeiro, um dos ancestrais do dogo canário.

A formação da raça começou a partir do século XVI, com a chegada dos colonos, que trouxeram cães molossóides e de tipo bull (molossóide e terrier) para auxiliá-los na lida com o gado, que necessitava sempre ser subjugado para ser arrebanhado.

Foi a partir do cruzamento desses cães com o perro de ganado majoreiro e outros cães nativos que surgiram exemplares com ossatura e cabeça mais pesadas, mas que mantiveram a valentia e a aptidão para a lida com o gado.

Além dos cães, os colonos trouxeram consigo o hábito das rinhas, e essa também se tornou umas das funções desses cães. Foi este ambiente que deu origem ao perro de presa canario que hoje chamamos de dogo canário.

Já no século XX, a proibição das rinhas e os novos costumes na lida com o gado, além da popularidade de raças estrangeiras, fizeram a popularidade do cão nativo decair, e a raça quase foi extinta. Porém, a partir da década de 70, alguns criadores, com o intuito de preservar a raça, criaram o Clube Espanhol do Presa Canário.

O dogo canário apresenta-se como um cão de porte médio, mesomorfo, rústico e bem proporcionado, com máscara negra que lhe dá um perfil de aspecto intimidador, muitas vezes confundido com pit bull, porém com o dobro do tamanho das linhagens mais comuns desta ultima raça.

* O tamanho do Dogo canário é algo que impressiona: os machos devem ter de 60 a 65 cm na altura da cernelha e as fêmeas de 56 a 61 cm.

* O padrão refere o peso mínimo, que deve ser 50 kg para os machos e 40 kg para as fêmeas.

* A sua mordedura deve ser preferencialmente em tesoura, suas orelhas podem ser cortadas ou não.

* A cauda deve ser sempre íntegra, reta e com ligeira curvatura na ponta quando relaxada, ou em forma de sabre quando em ação.

* Sua pelagem é curta, rústica, áspera ao toque, e as cores podem ser tigrado em todos os tons, fulvo em todos os tons.

* A cor branca pode aparecer no peito, na base do pescoço ou na garganta, nas patas e dedos posteriores, sendo que quanto menos tiver melhor.

Apresenta sempre máscara preta, sem contudo ultrapassar os olhos.

A raça dogo canário é conhecida pelo seu temperamento calmo, referido frequentemente como temperamento insular.

É considerado gentil e nobre com a família, e desconfiado com estranhos, cria laços fortes com o seu dono e família humana e pode ser muito protector. É inteligente e apresenta um olhar severo característico.

Apegado à família, porém desconfiado com estranhos, o Dogo canário demonstra ter grande confiança. De aspecto sereno mas sempre atento, é especialmente dotado para as funções de guarda, sendo considerado por especialistas como o guardião ideal, por ser muito territorialista, equilibrado, predisposto a obediência e com um grau de atividade elevado para um molosso.

Possui latido grave e, quando em alerta, sua atitude é muito firme e seu olhar vigilante.


Ajude o Guia Pet & Cia
Há alguma informação incorreta nesta descrição ? Faça a revisão deste artigo e entre em contato com o Guia Pet & Cia atravez do email contato3@guiapetecia.com.br nos enviando sua correção. Colocaremos os créditos.






CRIADORES CADASTRADOS
Não há nenhum criador cadastrado para esta raça

Cadastro gratúito, clique aqui

Observação: Se você é criador desta raça, está cadastrado no Guia Pet & Cia e mesmo assim, sua empresa não aparece listada acima, mande-nos um email avisando (contato3@guiapetecia.com.br)
 
 
Guia Pet & Cia 2008-2017 ©, uma empresa do Grupo Guias Web - Todos os direitos reservados
Normas de uso - Política de privacidade

CSS vlido! Valid XHTML 1.0 Transitional