ban
Pesquisa no Guia Pet




guias_web
Guia da Embalagem
Guia Construir e ReformarGuia da CulinariaGuia do Turismo e Lazer





submarino


voltar

Tipos e Raças/Cães/Spaniel Anão


Spaniel Anão
COMENTE
GALERIA DE FOTOS
Há apenas 1 foto de Spaniel Anão

Você é criador desta raça ? Você pode mandar fotos pelo email contato3@guiapetecia.com.br.

Observação: Não aceitamos fotos com a logomarca do canil, ou com textos inscritos nelas. A intenção do Guia é oferecer conteúdo de qualidade aos seus usuários. Os créditos ao canil ficam em destaque no cabeçalho da página (Veja um exemplo, clicando aqui)
VIDEOS
Ainda não há videos desta raça


Você é criador desta raça ? Você pode mandar seus videos pelo email contato3@guiapetecia.com.br.
Você poderá enviar o video em um arquivo anexo ao email, ou nos indicar o link da página em que o video esteja hospedado (Youtube, Yahoo Videos, etc).

Não serão permitidos slides em formatos de videos.


DADOS

Nome da Raça Spaniel Anão
País onde a raça é recorrente : França
 
Descrição da Raça
Spaniel Anão continental é uma raça de cães que é subdividido em dois, Papillon e Phálene.

Apesar de alguns defenderem que este cão existia três séculos antes de cristo, é mais prudente localizar sua origem entre fim da idade média e o inicio da renascença. De inicio este cão contava apenas com a variedade Phalene, a que possui orelhas caídas.

Mas foram sobretudo os pintores holandeses que o representaram. Podemos citar artistas como Memling, Metsys, Rubens e Van der helst, Rembrandt, Ticiano, Van Dyck, Watteau e West. Ele foi descrito por Gaston Phoebus, conde de Foix, em sua obra Traité de chasse, datada de 1387.

Não apenas de pinturas vive o Spaniel Anão Continental. Ele também foi o melhor amigo de pessoas como o Rei da França Francisco I (o seu cão favorito se chamava Citron), Henrique III, A marquesa de Pompadour (a 'preferida" de Luís XIV). A Marquesa de Pompadour, dona do cãozinho Fidèle (Fiel em francês), o descreveu assim: "Ele é todo perfumado, de uma beleza extraordinária, orelhas de seda, um hálito doce, pequeno como Sílfide, loiro como um loiro."

Sua popularidade entre os nobres europeus quase lhe custou a extinção quando ocorreu a revolução francesa. Felizmente os Belgas desenvolveram sua criação inclusive desenvolvendo a variedade de orelhas eretas, o Papillon.

Esta variedade deu um novo impulso a raça. As duas variedades foram apresentadas pela primeira vez nas exposições belgas no ano de 1902. Mas apenas na década de 20 um padrão foi criado pelos especialistas O barão Houtard e o conde de Bylandt. O Kennel Club registrou os primeiros cães em 1926 e o clube belga do Spaniel Anão Continental foi fundado em 1933. Devido a grande participação belga em seu desenvolvimento e reconhecimento a raça é considerada franco-belga. E apenas em 1934 um padrão oficial foi elaborado e aprovado. O charme das orelhas levantadas quase extinguiu o Phalene, que ainda é bastante raro.

Phálene: Phálene é a versão do Spaniel anão continental de orelhas caídas. Ela é conhecida, por registros, desde o século três

Papillon: Papillon é a versão de orelhas em pé, é a mais nova versão, e por causa de seu sucesso, ela quase extinguiu a versão phálene.

Ajude o Guia Pet & Cia
Há alguma informação incorreta nesta descrição ? Faça a revisão deste artigo e entre em contato com o Guia Pet & Cia atravez do email contato3@guiapetecia.com.br nos enviando sua correção. Colocaremos os créditos.






CRIADORES CADASTRADOS
Não há nenhum criador cadastrado para esta raça

Cadastro gratúito, clique aqui

Observação: Se você é criador desta raça, está cadastrado no Guia Pet & Cia e mesmo assim, sua empresa não aparece listada acima, mande-nos um email avisando (contato3@guiapetecia.com.br)
 
 
Guia Pet & Cia 2008-2017 ©, uma empresa do Grupo Guias Web - Todos os direitos reservados
Normas de uso - Política de privacidade

CSS vlido! Valid XHTML 1.0 Transitional